8 Lições para educar seu filhote de cachorro

15

Postado por dramosx | Tags Cães, DesViraLata, Dicas | Postado em 08-09-2010

Tags:, , ,

Além dos cuidados habituais que devemos ter com nossos amiguinhos, como dar aplicar as vacinas em dia, dar banho, alimentá-los corretamente, etc.
Devemos saber também educá-los corretamente, principalmente quando são filhotes e tem uma maior facilidade de aprendizado. Com poucas dicas, você conseguirá fazer com que seu amigo se torne uma companhia ainda mais agradável. Experimente!

1 – Ensinar-lhe seu nome

É inútil gritar, seu ouvido é muito apurado: pronuncie lenta e claramente seu nome para chamar sua atenção e associe-o a cada ordem:

A primeira coisa que um filhote deve aprender é seu nome: quanto mais curto, ele o memorizará melhor.

  • Desde o primeiro dia, chame seu filhote pelo nome.
  • Preceda o chamado de seu nome por um momento agradável para incita-lo a executar as ordens.
  • Quando ele vier, afague-o e recompense-o com uma carícia.
  • Se ele demorar em vir, não o repreenda: ele demorará ainda mais para vir da próxima vez!

2 – “Não”

Preste atenção na coerência de suas ordens: o que você proíbe um dia não deve ser tolerado no outro dia pelas outras pessoas de seu convívio.

Desde sua chegada, é essencial incutir no filhote o sentido da palavra “não”.

  • O ‘não’ será associado a todas as proibições.
  • Ele deve ser categórico e pronunciado com uma voz firme e sem equívoco enquanto você vê o filhote cometer uma ação proibida.
  • No final dessa aprendizagem, não hesite em dar um tapinha nas costas do filhote no momento em que diz “não”. Ele compreenderá rapidamente o significado do ‘não’ e adaptará seu comportamento à simples entonação de sua voz.

3 – A limpeza

Se o seu filhote fez as necessidades em local indevido na sua ausência, não o repreenda! A repreensão só será eficaz se você pegar o filhote no ato.

Um filhote que chega em uma casa geralmente não é treinado.

  • Saia frequentemente com seu filhote, se possível a cada duas horas durante o dia (saídas menos frequentes diminuirão seu aprendizado).
  • Saia após cada refeição, cada despertar e após as brincadeiras.
  • Felicite-o com a voz ou com carícias cada vez que ele conseguir.
  • Se dentro da casa seu cão roda em círculos, espere que ele comece a fazer sua necessidades e o repreenda dizendo “NÃO” com um tom firme e depois faça com que ele saia. Quando tiver terminado suas necessidades, fora de casa, acaricie-o e felicite-o.
  • Enfim, não se esqueça que na cidade a limpeza é imperativa!

4 – Sentado… deitado… não se mexa

É importante respeitar a cronologia indicada para a aprendizagem dessas três ordens de base e certificar-se que uma ordem está bem adquirida antes de passar à seguinte.
Esses exercícios devem primeiramente ser praticados com o filhote na guia, desde que ele tenha aceitado o uso da mesma.

1 Sentado:
Dando a ordem “sentado”, exerça uma pressão no nível dos rins do filhote, segurando sua cabeça para cima com a outra mão. Assim que ele se sentar, felicite-o, mencionando seu nome e acaricie-o.

2 Deitado:
Comece fazendo com que o filhote se sente, depois se agache ao lado dele. Mantenha suas patas para frente e puxe-as delicadamente para frente. Ao mesmo tempo, dê-lhe a ordem “deitado”. Quando ele se deitar, felicite seu filhote acariciando-o.

3 Não se mexa:
Faça o seu filhote sentar, completando a ordem “sentado” por “não se mexa”. Afaste-se alguns centímetros e se ele se levantar ou segui-lo, diga-lhe “Não” e coloque-o novamente no local inicial repetindo “sentado – não se mexa”.Na medida em que ele progredir nessa aprendizagem, afaste-se cada vez mais do filhote, que estará livre ou preso a uma guia.

5 – A caminhada com guia

Nunca bata em seu filhote com a guia: ela deve ser sinônimo de passeio, alegria e não de punição.

Assim como a limpeza, o filhote aprende a caminhada com guia bem cedo.

  • Habitue seu filhote ao uso da coleira, depois inicie a caminhada com guia em casa, várias vezes por dia e sempre em sessões curtas.
  • Agora seu filhote deve aprender a caminhada com a guia na rua. Primeiramente, faça com que ele se sente à sua esquerda (por razões de comodidade pessoal, você pode decidir que será à direita, mas mantenha-se sempre ao mesmo lado), depois dê ordem para avançar e começar a andar.
  • Segure a guia levemente e avance em seu passo: o filhote caminha perto de você, sua cabeça está na altura de seus joelhos e a guia fica maleável.
  • Quando você parar, faça com que ele se sente e recompense-o com uma carícia.
  • Se o filhote puxar, diga “não” dando um puxão seco na guia.

6 – O chamado

Se seu filhote não obedece à ordem “aqui”, saia no sentido oposto ou esconda-se: ele ficará inquieto por permanecer sozinho e voltará rapidamente!

Mais que uma ordem, o chamado é um convite para voltar perto de você e receber carícias ou recompensas: o chamado deve ser ligado a um gesto positivo, mas exige muito rigor de sua parte.

  • Comece associando o chamado à distribuição do alimento: um membro de sua família mantém o filhote à distância enquanto você prepara sua refeição. Chame, então, o cão pelo seu nome e diga “aqui”.
  • Pouco a pouco, com carícias, felicitações e estímulos positivos, o filhote assimilará que com a ordem “aqui” ele deve imediatamente vir em sua direção.
  • Ponha isso em prática primeiramente dentro de casa antes de levá-lo para fora, preso por uma guia.

7 – Ficar sozinho

Tanto quanto possível, não habitue seu filhote à solidão antes dos 4-5 meses de idade: isso arriscaria gerar crises reais de ansiedade em seu jovem companheiro.

A solidão é uma realidade que seu filhote conhecerá ocasionalmente ou regularmente. Tanto para um caso como para o outro, ele deve estar preparado.

  • Aproveite os momentos de cansaço do filhote para habitua-lo a ficar sozinho.
  • Nos primeiros momentos, ausente-se brevemente, alguns minutos. Se o filhote chorar, volte em sua direção, repreenda-o e saia novamente. Quando voltar, felicite-o se ele permaneceu calmo.
  • Progressivamente, você poderá estender a duração de suas ausências de tal maneira que elas se tornem uma prática natural que não precisa nem de ritual de adeus nem de encontros exuberantes.

8 – A refeição

A distribuição de guloseimas ou de restos de alimentos caseiros rompe o equilíbrio nutricional proporcionado pelo alimento completo que você dá ao seu filhote. Além disso, se ela passar a ser excessiva ou regular, pode fazer mal à saúde, favorecer o aumento de peso e estimular o filhote a pedir petiscos enquanto você faz suas refeições.

As refeições também fazem parte de um código de boa conduta cujo respeito afastará os comportamentos indesejáveis.

  • Adote o ritmo certo: até os 6 meses de idade, dê-lhe 3 refeições por dia, depois passe a 2 até o fim do crescimento.
  • Ofereça suas refeições em horários fixos, no mesmo comedouro, no mesmo lugar, se possível, afastado de seu local de dormir. Não se esqueça de manter um bebedouro limpo e cheio de água fresca.
  • Faça com que ele coma após você: ele compreenderá quem é o “chefe”, pois é assim que isso se passa em uma matilha.

Recomendações

A capacidade de aprendizagem varia de acordo com os filhotes, mas todos têm em comum o tempo de sono, que é muito importante, e uma certa fragilidade: respeite sempre seu ritmo e sua idade.

Brincar
O filhote adora brincar. É preciso aproveitar essa chance para educar sem pressão, através de curtos exercícios que ele realizará com prazer.

Etapa por etapa
A educação é conduzida etapa por etapa. Quando é muito jovem, o filhote dispõe de uma baixa capacidade de concentração: além de 3 sessões diárias de 5 minutos você arriscaria cansa-lo.
Progressivamente, você poderá estender o tempo de trabalho para chegar em torno de 30 minutos por dia quando ele tiver cerca de 6 meses. No entanto, para favorecer a socialização, é recomendável multiplicar as descobertas do filhote com trajetos de carro, contatos com crianças, adultos e também com outros animais, etc….

Prazer e rigor
O prazer e o rigor condicionam a conquista da educação. Além das brincadeiras que permitirão educar o cão com alegria, a aprendizagem do filhote deve acontecer em um clima de confiança e paciência com uma certa firmeza. O cão que possui um senso sutil de igualdade desenvolverá melhor a vontade de ganhar sua afeição e de lhe dar prazer.

Recompensa
A recompensa faz a motivação crescer e facilita a educação. Para ser eficaz, ela deve ser significativa para o cão, isto é, o dono deve felicitá-lo com carícias, entonações de voz calorosas. A utilização de guloseimas deve permanecer excepcional, a fim de preservar seu peso ideal.
Em compensação, qualquer besteira ou comportamento indesejável devem ser reprimido, mas lembre-se que isso só será eficaz se você pegar o filhote no ato. Para a maioria dos filhotes, uma repreensão emitida em voz alta e grave é suficiente.

Linguagem
A linguagem que você utiliza deve ser adaptada ao animal. As ordens que você lhe dará devem ser simples, curtas e sempre repetidas. Não se esqueça que o cão compreende mais a entonação dada que seu sentido: o tom que você utilizar vai variar, portanto, de acordo com o que você ordena, felicita ou repreende o filhote. O gesto é também um meio eficaz para fazer com que seu cão o compreenda.

Via RoyalCanin

Vitrine TecnoBlog  
Compartilhe:
  • Twitter
  • Orkut
  • Facebook
  • Tumblr
  • MySpace
  • Google Buzz
  • LinkedIn
  • Live
  • Google Bookmarks
  • RSS
  • del.icio.us
  • Print
  • email
  • PDF

Posts Relacionados:

  1. 7 Dicas para adestrar seu cachorro
  2. 8 Dicas ao escolher um Nome para seu Cão
  3. 14 Casas legais para seu Pet
  4. Filhotes de Cachorro para Doação
  5. Alimentação correta para Cães e Gatos

Quer saber mais?

Comments (15)

Olá, meu nome é Jordânia, eu tenho um filhotinho mestiço de pequines, ela dorme boa parte do dia e durante a noite ela quer ficar brincando; ela também não faz as necessidades em um lugar só, usa como banheiro os tapetes da casa. Não sei o que fazer para treina-la.

dramosx Resposta:

Procure por produtos que ajudem a educá-lo em um petshop, existem de diversas marcas. Exemplo: Um líquido “pode” e outro “não pode”, que deve ser colocado em locais onde ele deve, e o outro onde não deve fazer suas necessidades.

Olá, meu nome é Jéssica e tenho uma Schnauzer mini de 3 meses e meio. Tenho tentando educá-la a fazer xixi e cocô no jornal desde que tinha quase 2 meses (que foi quando eu a adquiri), depois de uma semana ela começou a fazer certinho e ficamos felizes, mas aí, da noite para o dia ela começou a fazer pela casa inteira e muito mesmo! Teve vezes de eu perceber que ela ia fazer, fechar a porta da cozinha, ela fazer no jornal e na mesma hora eu abrir a porta e ela correr pra fazer nem que fosse um pouquinho na sala. Agora com 3 meses e todas as vacinas, tenho passeado com ela em horários fixos, tá fazendo na rua (às vezes ela não faz porque é muito agitada), mas as poucas vezes que tá fazendo em casa deu pra ir fazer no quarto da minha mãe! Não sei mais o que fazer, ela só faz no jornal quando quer e já tentei tudo quanto é método: monitorá-la e levar pra terminar no jornal quando fizesse errado, tapete higiênico, método do confinamento, etc… nada adiantou. O que faço?

olá… tenho uma cachorra de 10 anos chamada lili, ela sempre foi a unica da casa, entao recentemente eu adotei uma cachorrinha com 3 meses. até ai tudo bem …
o unico problema é que eu nao posso deixar a filhotinha sozinha se nao minha cachorra que morde-la.. eu a repreendo dizendo que NAO PODE… entao ela para de rosnar… mais quando eu tiro os olhos dela, ela tenta morder a cachorinha … eu nao sei o que fazer …e tb tenho medo de minha cachorra mais velha ficar doente… ppor ela ter sito mimada a vida inteira …..

por favor se vc puder me dar alguma dica..???

ha mais uma coisa a raça da cachorramais velha é vira lata de porte medio e a filhote é aparentemente um dougue brasileiro

Olá, tenho um filhotinho de quase um mês, e faz uns dias que ele quer subir na minha cama quando vamos dormir, eu já tinha dado um ursinho de pelúcia mas mesmo assim.. não sei o que fazer, se poder me dar alguma dica vou agradecer muito! Abraços.

ola!meu nome è nathali e tenho um cachorro(cofap) de 1 mes..ele nao para de chorar..so quer estar na minha cama e se eu nao coloco ele nao para de chorar…eu ja estou louca!!!o que eu faço????

dramosx Resposta:

@nathali, Experimente dar-lhe um bicho de pelúcia para dormir. Mas na caminha ou casinha dele.
Abraços,

olá meu nome é shirley e tenho um filhote de cachorro chetzo de 3 meses,mais ele não me obdece de forma alguma.So faz o que não pode dentro de casa tanto xixi e suas necessitades onde quer….PRECISO DE SOCORRO….já estou ficando preocupada com a teimosia dele.

Grata!

dramosx Resposta:

@shirley, Existe à venda em petshops um produto que atrai os animais para que façam suas necessidades. Experimente utilizar esse produto em uma folha de jornal no local onde deseja que ele aprenda a fazer suas necessidades. Com tempo ele aprenderá o local correto e não será mais necessário o produto.
Exemplo: http://www.petcentermarginal.com.br/product.aspx?idProduct=0048477

Abraços,

Olá, tenho um chowchow de dois mmeses e gostaria de educa-lo. Pode me dar umas dicas?

Olá! meu nome é Sabrina e eu tenho uma filhote de 40 dias , sua raça é Pudoll e ela late muito se ficar sozinha, ela nao fica sozinha nem um segundo, nem mesmo para dormir, o q eu faço estou entrando em desespero!

dramosx Resposta:

@Sabrina, Olá, experimente dar um ursinho de pelúcia para ela brincar e dormir. Outra dica é colocar um despertador a corda, daqueles que faz “tec-tec” perto do filhote quando ele for dormir. ;)

Tenho dois filhotes de 47 dias,eles são uma mistura de Pitbul com vira-lata,como devo fazer com eles na hora de dormir e comer,tem algum problema um comer da vasilha do outro ou os dois dormirem juntos?
Eles começam a brincar e de repente brigam o que posso fazer pra evitar que eles se machuquem?
Algumas vezes eles fazem as necessidades fora do jornal,xixi raramente fazem no jornal,o que devo fazer para ensiná-los?

Olá, obrigado por essas informações. Será que vc pode me dar uma ajudar?! Meu cão late muito quando tocam o interfone, e quando eu abro a porta ele quer fugir e começa a “gritar” quando chega a pessoa.
Me ajude, ele é um yorkshire de 5 meses.
Obrigado!

dramosx Resposta:

Olá, mantenha um borrifador com água à mão, quando tocarem o interfone e ele começar a latir borrife-o para que entenda que não pode latir. ;D

Obrigado pela visita, =^.^=

Comente!